Logo USP

facebook

english

español

Departamento de Nutrição e Produção Animal da FMVZ - USP é destaque em edição especial da Proteomics

Considerada uma das revistas científicas pioneiras e de maior impacto na área de proteômica e espectrometria de massas, a ‘Proteomics’ vai publicar uma edição especial composta apenas por artigos de pesquisadores brasileiros: a ‘Proteomics in Brazil’. A edição, composta por 16 artigos, terá a versão impressa publicada em outubro – mas os trabalhos já estão disponíveis no site da revista (http://onlinelibrary.wiley.com/journal/10.1002/%28ISSN%291615-9861). De acordo com o organizador desta edição e pesquisador do Instituto alemão Max Planck, Daniel Martins-de-Souza, a seleção está como o nosso país: diversificada. “Temos desde estudos avançados sobre biomarcadores para câncer até análises de proteínas presentes no trato digestivo de pragas agrícolas. A bioinformática também está bem representada neste número especial”, assinalou. A ideia de fazer uma edição temática somente com autores brasileiros partiu dele próprio e foi imediatamente acatada pelo editor-chefe, Michael Dunn. 

O artigo sobre a pesquisa, "Nonculture-based identification of bactéria in milk by protein fingerprinting” teve a participação da equipe de trabalho do Prof. Dr. Marcos Veiga dos Santos do Departamento de Nutrição e Produção Animal (VNP) da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, com a participação direta de sua Doutoranda Juliana Regina Barreiro, com a colaboração do Laboratório ThoMSon de Espectrometria de Massas do Instituto de Química da Universidade de Campinas – UNICAMP sob coordenação do Prof. Dr. Marcos Nogueira Eberlin e participação direta de pesquisadores da empresa Bruker Daltonik Gmbh (Bremen- Alemanha). Esta parceria se deu através da Pesquisadora Doutora Christina Ramires Ferreira que atualmente possui diversos projetos em colaboração com o laboratório ThoMSon de espectrometria de Massas como pesquisadora colaboradora do Instituto de Química UNICAMP. A estrutura laboratorial, utilizada também em outras pesquisas, foi montada com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e  Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
 
O experimento avaliou o uso da técnica de espectrometria por ionização e dessorção a laser assistida por matriz – tempo-de-vôo (MALDI-TOF) para a identificação direta (sem cultivo in vitro) de bactérias presentes em amostras de leite contaminadas experimentalmente. Confira o artigo. (http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/pmic.201200053/abstract).
 
Texto: Prof. Marcos Veiga dos Santos
 
 
Leia aqui texto da Agência FAPESP de Notícias sobre o assunto:
 
http://agencia.fapesp.br/16164